Maioria dos subsaarianos que passaram fronteira de Melila é capturada

Melilla (Espanha), 22 jun (EFE).- Um grupo de 70 imigrantes entrou pela força esta madrugada no território espanhol de Melilla através de um posto de fronteira com o Marrocos, embora posteriormente entre 40 e 50 tenham sido detidos, informaram fontes policiais.

EFE |

Os imigrantes de origem subsaariana irromperam no posto de Beni-Enzar, a passagem principal entre o território e Marrocos, passando tanto pela Polícia marroquina como pela Polícia Nacional e Guarda Civil espanholas que custodiavam ambos os lados da fronteira.

Logo após o fato, as forças de segurança montaram um amplo dispositivo para deter os imigrantes, que foram encontrados escondidos sob os veículos, dentro de contêineres de lixo e nas árvores.

A Chefia Superior de Polícia está fazendo a identificação destas pessoas para tramitar as ordens de expulsão antes que sejam amparados no Centro de Estadia Temporária de Imigrantes.

Alguns agentes da Guarda Civil ficaram levemente feridos ao serem envolvidos pela avalanche de imigrantes, que inclusive carregavam pedras e paus. EFE pst/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG