China, Índia, Malásia, Tailândia e Bangladesh foram considerados os maiores violadores dos direitos dos refugiados em um informe global divulgado no Dia Mundial dos Refugiados.

Esses países se juntam a Iraque, Quênia, Rússia, Sudão e Europa como os dez piores lugares para os refugiados no ano passado, de acordo com o Relatório Mundial de Refugiados divulgado em Washington.

Esse estudo anual, realizado pelo Comitê para Refugiados e Imigrantes dos Estados Unidos, um grupo não governamental, também mostrou que o número total de refugiados chegou a 14 milhões no final de 2007, o maior desde 2001.

O Alto Comissariado da ONU para os Refugiados fez da proteção aos refugiados o tema deste ano do Dia Mundial do Refugiado.

pp/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.