Magnatas, esportistas e Evita participam da campanha argentina

As eleições legislativas do próximo domingo na Argentina estão sendo disputadas pelos mais diversos tipos de candidatos, como um tatuado magnata colombiano que está gastando sua fortuna com a campanha, um ex-campeão de motonáutica, uma cantora que interpretou Evita Perón no teatro e um ex-executivo do banco JP Morgan.

AFP |

O milionário Franciso De Narváez, 55 anos, deixou para trás a imagem de playboy projetada nos anos 90 para construir uma meteórica carreira política com sua fortuna pessoal, investindo dezenas de milhões de pesos e dólares para enfrentar o ex-presidente Néstor Kirchner (2003-2007), marido da atual presidente, Cristina Kirchner.

De Narváez, que trabalhou como financista do ex-presidente Carlos Menem (1989-1999), disputa ponto a ponto nas pesquisas com Néstor Kirchner uma cadeira para liderar a aliança formada entre neoliberais e peronistas dissidentes na província de Buenos Aires, bastião decisivo onde moram quase 40% dos eleitores.

Com uma curiosa tatuagem de serpente em seu pescoço, que faz questão de deixar sempre à mostra, o empresário nasceu na Colômbia e se naturalizou argentino.

Também em Buenos Aires, disputam as eleições o ex-campeão mundial de motonaútica Daniel Scioli, governador do distrito e aliado de Cristina Kirchner.

Scioli foi um dos pioneiros a pular do esporte para a política pelas mãos de Menem, mas bandeou-se em seguida para as fileiras do 'kirchnerismo', ala progressista do peronismo.

Outro rosto famoso que aspira a uma cadeira na câmara dos deputados é a atriz e cantora Nacha Guevara, de 69 anos, convidada pelos Kirchner depois de ter concluído este ano uma bem sucedida temporada teatral na pele da mítica Eva Duarte de Perón no musical 'Evita'.

A candidatura de Nacha levou para a campanha a popular figura da segunda esposa de Juan Perón, que, como primeira-dama, ganhou o coração dos argentinos ao ajudar os pobres. Morta em 1952 em consequência de um câncer aos 33 anos, Evita foi transformada em mito pelos peronistas.

Outro candidato é o ex-executivo do banco americano JP Morgan e ex-presidente do Banco Central da Argentina Alfonso Prat Gay, 43 anos, que lidera a lista de deputados em Buenos Aires por uma aliança de social-democratas, liberais cristãos e socialistas.

lt/ap/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG