Magnata Ted Turner e igrejas protestantes lutarão contra malária na África

O magnata americano Ted Turner se associou nesta terça-feira às igrejas luterana e metodista para arrecadar 200 milhões de dólares para combater a malária na África.

AFP |

"Esta associação precursora, que desenvolvemos com o apoio generoso da Bill and Melinda Gates Foundation, vai impulsionar nossos esforços para prevenir a malária", declarou Turner, 69 anos, fundador da CNN.

Ted Turner fez este anúncio durante uma sessão especial da Assembléia Geral da ONU dedicada à aplicação das Metas do Milênio, oito objetivos definidos pela comunidade internacional em 2000 e que devem ser cumpridos pela maioria dos países antes de 2015.

"Podemos constatar um progresso evidente em relação a 2000. Três milhões a mais de crianças sobrevivem a cada ano, dois milhões a mais recebem tratamento para a Aids e milhões de crianças vão à escola", frisou o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

Sobre o controle da malária, o sul-coreano sustentou que "progressos importantes" foram registrados graças à distribuição de mosquiteiros no Níger, no Togo e na Zâmbia.

ga/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG