Máfia italiana usa SMS na televisão para se comunicar com prisioneiros

Mafiosos enviavam mensagens durante partidas de futebol do Campeonato Italiano, que apareciam em tarjas na parte inferior da tela

EFE |

Mafiosos italianos usaram mensagens de celular enviadas a um programa de televisão da Itália para se comunicar com outros membros de seu clã detidos sob um regime carcerário de isolamento, afirmou o ex-promotor adjunto antimáfia da Itália Enzo Macrì em depoimento na Comissão parlamentar Antimáfia em maio. O conteúdo do depoimento foi divulgado nesta sexta-feira pela imprensa italiana.

O ex-promotor explicou que alguns clãs do crime organizado usaram os programas de televisão mais famosos para enviar mensagens codificadas, que só podiam ser entendidas por membros do grupo mafioso. Esse esquema só foi revelado graças à delação premiada de um prisioneiro.

"O que nos surpreendeu era a aparente trivialidade do conteúdo das mensagens, por trás das quais, na realidade, eram enviadas mensagens específicas aos mafiosos", detidos num estrito regime carcerário, sem qualquer tipo de comunicação com o exterior, explicou Macrì.

Pelo programa "Quelli che il calcio e...", da emissora de televisão "RAI", os mafiosos enviavam mensagens de texto (SMS) durante partidas de futebol do Campeonato Italiano. As mensagens apareciam em tarjas na parte inferior da tela. O ex-promotor indicou que os responsáveis do programa desconheciam o uso "inadequado" que os mafiosos faziam desse serviço do programa.

    Leia tudo sobre: ItáliamáfiaSMS

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG