Mãe que deixou bebê cair em trilho diz que achou que ele tinha morrido

A mãe que deixou o carrinho onde estava o seu bebê cair em frente a um trem que parava diante da plataforma, na Austrália, disse que acreditou que seu filho havia morrido no incidente. A australiana Shweta Verma, de 29 anos, deu a primeira entrevista depois do incidente nesta semana.

BBC Brasil |


O bebê de seis meses de idade foi arrastado pelo trem por cerca de 30 metros, mas como o veículo já estava em baixa velocidade, a criança sofreu apenas uma contusão na cabeça.

As imagens do incidente, que aconteceu no começo do mês na cidade australiana de Melbourne, foram veiculadas em diversas partes do mundo e vistas por milhões de espectadores.

"Eu achei que tinha perdido meu filho, que eu amo mais do que qualquer outra pessoa ou coisa", disse Verma à revista australiana Woman's Day.

'Sortudo'

"Eu estava chorando. Eu estava pensando 'Oh Deus' - e depois tudo que eu conseguia dizer era 'Obrigado, Deus, você cuidou bem dele e é por causa da sua graça que ele está nos meus braços'." A mãe disse que seu filho é "definitivamente o bebê mais sortudo do mundo".

Ao ver o carrinho atropelado pelo trem, Verma pulou nos trilhos junto com o estudante de 18 anos Aaron Dryden, que entrou embaixo do trem e rastejou por cinco metros para recuperar o bebê.

"Quando nós o alcançamos, o carrinho estava caído de lado e a criança estava amarrada, aparentando estar perfeitamente bem", disse Aaron à revista australiana. Quando perguntada se um dia conseguirá deixar o episódio para trás, Verma disse: "Sinceramente, não".

Segundo o jornal britânico Times, Shweta Verma teria recebido mais de 100 mil dólares australianos (cerca de US$ 30 mil) para dar entrevistas a uma revista e a um programa de televisão.

Leia mais sobre: bebês

    Leia tudo sobre: austráliabbcbebê

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG