MADRI (Reuters) - Uma mulher espanhola que se transformou na mãe mais velha do mundo quando deu à luz gêmeos em 2006 morreu aos 70 anos, disse um diário local na quinta-feira. María del Carmen Bousada de Lara, que teve gêmeos aos 67 anos após uma inseminação artificial nos Estados Unidos, foi diagnosticada com câncer cinco meses após o parto, segundo o Diario de Cádiz.

Bousada admitiu ter mentido sobre sua idade quando se candidatou ao processo em uma clínica de Los Angeles, devido ao limite legal de 55 anos.

Posteriormente, ela fez piada dizendo que poderia estar viva para conhecer os netos e que sua própria mãe viveu 101 anos.

Bousada morreu no sábado após uma longa batalha contra a doença, informou o jornal.

(Reportagem de Paul Day)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.