Mãe em coma dá a luz gêmeas na Argentina

Mulher foi submetida a cirurgia de urgência para a retirada das meninas

AFP |

Uma mulher em coma na Argentina, vítima de um acidente vascular cerebral aos cinco meses de gravidez, deu à luz duas meninas; mas conseguiu sobriviver e já recebeu alta, contou ela própria à imprensa, nesta sexta-feira, em Buenos Aires.

A mulher, que preferiu ser chamada, apenas, de Beatriz, de 37 anos, teve que ser submetida a uma cesariana da qual nasceram Martina e Mora, ainda hospitalizadas. As duas vão se somar à outra filha Selena, de seis anos.

Só me lembro que no dia 14 de março passado, "estava comendo uma pizza junto com a família. Foi como se meu cérebro tivesse apagado", contou.

Beatriz foi submetida a duas cirurgias na cabeça, a primeira para a retirada de um coágulo e, a segunda, para descomprimir o cérebro, além da cesárea de urgência a 23 semanas de gestação, com as bebês pesando 900 gramas cada.

"Os milagres acontecem", afirmou Beatriz que, segundo os médicos, sofreu o derrame devido à malformação genética, não a seu modo de vida.

"O acidente vascular cerebral, em inglês stroke, é a segunda ou terceira causa de morte no mundo, mas a primeira a causar incapacidade em suas vítimas", disse à AFP o neurocirurgião argentino Pedro Lylyk, premiado internacionalmente e referência na especialidade.

"Só a prevenção pode mudar a história", afirmou Lylyk, diretor do Instituto Médico ENERI e da clínica privada Sagrada Família de Buenos Aires, que conta com um suporte tecnológico único na América Latina para tratar desses casos.

    Leia tudo sobre: acidente vascular cerebralgrávidasgêmeascoma

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG