Mãe chinesa oferece pela Internet seu próprio leite

Pequim - Uma mulher da província sudoeste chinesa de Sichuan que deu à luz há 3 meses ofereceu seu leite pela internet em troca de 300 iuanes (US$ 43,9) ao dia, informou a agência oficial de notícias Xinhua.

EFE |

O escândalo das marcas de leite chinês contaminado foi uma oportunidade de negócio para Huang, uma mulher da cidade de Chengdu (a capital de Sichuan) cujo bebê, admitiu, não mama todo o leite que seu corpo produz.

"A cada dia tenho que tirar mais de dois litros de leite e é uma pena", argumentou a mãe.

Huang explicou que "tanto leite" a faz sentir "incômoda": "Tenho que levantar de noite e tirá-lo", acrescentou.

    Leia tudo sobre: china

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG