Mãe alemã é condenada a asilo psiquiátrico após matar cinco filhos

Uma mãe que matou em dezembro seus cinco filhos na Alemanha foi considerada nesta quinta-feira pela justiça irresponsável de seus atos e condenada a uma internação psiquiátrica duradoura por esquizofrenia e paranóia.

AFP |

Steffi K., 32 anos, deu doses de soníferos em excesso a seus cinco meninos, de idades entre três e nove anos, e depois os sufocou. As crianças foram encontradas mortas dia 6 de dezembro na casa de Darry, perto de Kiel, no norte do país.

Os juízes de Kiel seguiram as recomendações da promotoria. A defesa e a parte civil se pronunciaram a favor da mesma medida de internação.

Eles afirmaram que a mãe esquizofrênica agiu num momento de demência e não poderia ser considerada responsável por seus atos. Steffi K. recebeu o veredicto sem reagir.

Segundo especialistas em psiquiatria, a jovem mulher ouvia vozes desde 2006 e quis mandar os filhos para o além para que eles escapassem às "forças ocultas".

Este quíntuplo infanticídio abalou profundamente a Alemanha porque o estado físico da mãe foi difundido e a família foi acompanhada de perto durante vários meses pelos serviços sociais.

No momento do ocorrido, a mãe estava em plena crise conjugal e vinha recebendo havia vários meses acompanhamento psiquiátrico e social, depois que a família manifestou preocupação com o estado dela e de seus filhos. No entanto, ninguém se deu conta de que ela representava uma ameaça por seus filhos.

A lista de infanticídios e crianças mortas por maus-tratos aumentou assustadoramente nos últimos anos na Alemanha. Desde 2005, mais de 30 infanticídios de bebês foram registrados, além de casos de crianças mortas de fome ou maus-tratos.

Leia mais sobre infanticídio

    Leia tudo sobre: infanticídio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG