Madoff volta a tribunal de Manhattan para audiência

Nova York, 10 mar (EFE).- O agente financeiro americano Bernard Madoff assistirá hoje a uma audiência sobre um possível conflito de interesses envolvendo seu advogado Ira Sorkin, e na quinta-feira deve voltar ao tribunal, sob rumores de que vá se declarar culpado por crimes relacionados à fraude multimilionária pela qual responde na Justiça.

EFE |

A Procuradoria Federal de Manhattan informou na sexta-feira ao tribunal responsável pelo caso que "apresentará em breve" informação relativa à renúncia de Madoff a seu direito de que um júri revise as acusações, o que, segundo a imprensa americana, pode sugerir que ele esteja disposto a se declarar culpado.

O juiz federal Denny Chin aceitou um pedido da procuradoria para que vítimas da pirâmide financeira que ele organizou testemunhem na quinta-feira.

Ele estipulou como prazo as 10h locais (11h de Brasília) de quarta-feira para que os interessados em depor no dia seguinte comuniquem esta intenção à Procuradoria Federal.

O próprio agente financeiro já admitiu que pode ter fraudado até US$ 50 bilhões.

Madoff está em prisão domiciliar no luxuoso apartamento que possui em Manhattan, sob vigilância permanente, entre outras restrições estipuladas quando o tribunal decidiu lhe impor uma fiança de US$ 10 milhões. EFE vm/jp/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG