Maconha tem efeito psicotrópico cada vez mais poderoso (estudo)

O efeito psicotrópico da maconha duplicou em 25 anos, alcançando níveis recordes, contradizendo os que defendem que se trate apenas de uma droga inócua, informou nesta quinta-feira um relatório divulgado pelo governo americano.

AFP |

O teor em tetrahidrocanabinol (THC), substância psicotrópica contida na maconha, alcançou, em média, 9,6%, em 2007, nas amostras apreendidas pela polícia, mais do que em qualquer outro momento, desde que as análises científicas começaram a ser feitas no final dos anos de 1970. Além disso, mais do que dobrou desde 1983 (quando era de menos de 4%), alertou o ONDCP, órgão responsável pela política nacional de controle da droga, ao divulgar um estudo da Universidade do Mississippi (sul).

O nível mais alto de THC encontrado em uma amostra da erva, medida nos últimos meses, foi de surpreendentes 37,2%, segundo o estudo.

"O aumento da potência da maconha preocupa, já que incrementa a probabilidade de toxicidade aguda, incluindo problemas mentais", explicou a diretora do Instituto Nacional de Abuso de Drogas, Nora Volkow, em nota divulgada hoje.

"Particularmente preocupante é a possibilidade de que o THC mais potente possa ser mais efetivo para desencadear as mudanças no cérebro que possam levar ao vício. É necessária, porém, mais pesquisa para estabelecer esse vínculo entre uma maior potência de THC e um maior risco de vício", completou.

lal/tt/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG