Luxemburgo e Irlanda são mais ricos da UE; Bulgária é mais pobre

BRUXELAS (Reuters) - Luxemburgo é de longe o país mais rico da União Européia, à frente da segunda colocada Irlanda com quase o dobro da renda per capita, informou o bloco nesta segunda-feira. Na outra ponta, a Bulgária é o país mais pobre da comunidade. A Eurostat, órgão de estatísticas oficial da UE, disse que a renda per capita em Luxemburgo no ano passado foi quase o triplo da média da União Européia, com 276 unidades na medida paridade de poder de compra.

Reuters |

A paridade de poder de compra é uma moeda artificial que não leva em consideração as diferenças de preços entre os países.

De acordo com o estudo, o resultado do país foi aumentado artificialmente pelo grande número de trabalhadores estrangeiros em Luxemburgo, que aumentam o Produto Interno Bruto mas não vivem lá, reduzindo o número de pessoas na divisão da renda per capita.

A Irlanda, grande beneficiária dos fundos da União Européia, ficou em segundo lugar no ranking de 27 nações, com 146 unidades.

A Bulgária, que ingressou no bloco ao lado da Romênia no ano passado, teve a renda per capita mais baixa, com 38 unidades, e a Romênia foi a segunda pior, com 41 unidades. A Turquia, que deseja ingressar na União Européia, teve 42 unidades, informou a Eurostats.

A Holanda é o terceiro país mais rico na UE, com 131 unidades, à frente da Áustria, com 121 unidades.

A Itália, terceira maior economia do bloco, ficou próxima da média da UE, com 101 unidades, caindo duas unidades em relação a 2006. A quarta maior economia, a Espanha, teve 107 unidades na paridade de poder de compra em 2007, contra 105 em 2006.

A França teve 111 unidades, e a Alemanha, maior economia da Europa, teve 113 unidades.

(Reportagem de Jan Strupczewski)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG