Lula vai referendar compromisso do Brasil com Haiti

Porto Príncipe, 24 fev (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitará amanhã o Haiti para referendar o compromisso do Brasil com o país caribenho, devastado por um forte terremoto em 12 de janeiro que deixou 217 mil mortos.

EFE |

Logo em sua chegada, o presidente sobrevoará Porto Príncipe de helicóptero, como fizeram outros governantes que já visitaram o país, o que lhe permitirá ter uma visão geral dos danos causados pelo terremoto.

Depois, Lula participará da cerimônia de formação das tropas brasileiras da Missão de Estabilização das Nações Unidas (Minustah), liderada pelo Brasil, e almoçará com seus integrantes.

Posteriormente, visitará as instalações do contingente brasileiro e o hospital da Força Aérea Brasileira.

Após estas visitas, está previsto que Lula se reúna na base brasileira com o presidente haitiano, René Préval, e com o primeiro-ministro, Jean Max Bellerive.

"O compromisso com o Haiti não é novo nem circunstancial", assinalou o Governo federal em nota oficial, na qual indica que esta será a terceira vez que Lula viaja ao país.

As outras visitas aconteceram em agosto de 2004 e em maio de 2008, o que "confirma a prioridade conferida ao Haiti pela política externa brasileira", segundo o Governo.

"Em razão dos laços culturais, políticos e históricos que ligam os dois países, o Brasil esteve presente com projetos e iniciativas encaminhadas a promover o desenvolvimento haitiano, e não só a oferecer soluções circunstanciais aos problemas de segurança do país", assinala a nota.

Além disso, o Governo federal considera que a permanência do Brasil e dos demais países latino-americanos na Minustah deve ser estável e não circunscrita à "tragédia" que afeta o país.

Lula, durante seu discurso de ontem na cúpula do Grupo do Rio, no México, pediu apoio ao Governo Préval e ressaltou a obrigação da região de ser solidária com o Haiti.

"É necessário fortalecer o Governo eleito democraticamente no Haiti (...) todos estão governando o Haiti salvo o presidente eleito democraticamente", disse.

Após a reunião com Préval e Bellerive, Lula partirá com destino a El Salvador, etapa seguinte de sua viagem. EFE jsm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG