Lula se reunirá com Lugo e Correa para tentar resolver divergências

Costa de Sauípe (Bahia), 16 dez (EFE) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva manterá amanhã reuniões bilaterais com os chefes de Estado de Equador, Rafael Correa, e Paraguai, Fernando Lugo, para discutir as divergências com os dois países, anunciou hoje o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim.

EFE |

"Lula não pediu nenhuma (reunião) bilateral, mas terá reuniões com os chefes de Estado do Equador e do Paraguai, além da que já teve com o do Suriname e da que terá com o do México", disse Amorim em entrevista coletiva.

O ministro assegurou que o encontro com Lula, solicitado por Correa, ocorrerá após os contatos que tiveram com Amorim tanto o embaixador do Equador em Brasília quanto o chefe da diplomacia equatoriana para tentar normalizar as relações bilaterais.

A reunião entre Lula e Correa ocorrerá quase um mês depois da decisão do Brasil de convocar para consultas o embaixador brasileiro em Quito, Antonino Marques Porto.

O ato foi um protesto contra a decisão do Equador de levar a um tribunal internacional a questão de uma dívida de US$ 242,9 milhões com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O diplomata ainda não retornou a Quito e as relações bilaterais estão tensas desde então.

Já o encontro entre Lula e Lugo ocorrerá após as divergências provocadas pela decisão do Paraguai de exigir uma reforma do Tratado de Itaipu e de propor que o Brasil pague 97% da dívida da hidroelétrica dividida pelos dois países. EFE cm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG