Tamanho do texto

Nações Unidas, 23 set (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reivindicou hoje uma reforma do Conselho de Segurança da ONU e que o multilateralismo guie as decisões para enfrentar a complexa conjuntura atual.

"As estruturas do Conselho de Segurança estão congeladas há seis décadas e respondem cada vez menos aos desafios do mundo contemporâneo", afirmou o presidente, que, seguindo a tradição, foi o primeiro líder a discursar nos debates da Assembléia Geral da ONU.

Lula defendeu um diálogo direto com as grandes potências para reformar as estruturas das Nações Unidas e que os países desenvolvidos cumpram um novo papel em um mundo multipolar.

Também criticou duramente a especulação financeira que levou à crise econômica mundial, e pediu uma vigorosa resposta de caráter multilateral às ameaças que pesam sobre todos. EFE va/an