Lula recebe presidente de Moçambique e reitera aposta do Brasil na África

Brasília, 21 jul (EFE).- O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, recebeu hoje o líder de Moçambique, Armando Guebuza, e reafirmou que o continente africano é prioridade nas relações exteriores do Brasil.

EFE |

Lula insistiu, assim como fez há duas semanas durante a Cúpula da União Africana (UA), na qual participou como convidado, que, além das ligações históricas entre Brasil e África, existe "um futuro" que passa pela cooperação em assuntos de agricultura e de energia, com ênfase nos biocombustíveis.

"O Brasil também deseja ser parceiro (dos países africanos) em projetos para o desenvolvimento" e colaborar especialmente nas áreas de saúde e tecnologia, indicou o governante.

Lula lembrou que, com apoio do Governo brasileiro, construirá em Moçambique um laboratório que produzirá remédios utilizados no tratamento da aids, doença que afeta 24 em cada 100 pessoas, de entre 15 e 49 anos, no país.

O presidente brasileiro afirmou que, além disso, quer que esse laboratório "seja um centro de capacitação e treinamento para o resto do continente africano" na luta contra a aids.

Guebuza agradeceu a importância que o Governo Lula deu às relações com Moçambique e o resto da África e destacou que seu país oferece "enormes oportunidades" para o investimento público e privado.

Explicou que, por essa razão, se reuniu durante os últimos dois dias com dezenas de empresários brasileiros, aos quais convidou a visitar seu país e "fazer negócios".

Guebuza deu a Vale como exemplo, que tem previsões de investimentos de US$ 1,3 bilhão no desenvolvimento de um projeto em Moçambique.

O presidente de Moçambique, que está no Brasil desde o domingo passado, concluirá sua visita amanhã, em uma visita às instalações do Projeto Carajás, no Pará, da Vale, considerado a maior mina de ferro a céu aberto do mundo. EFE ed/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG