Lula pretende comparecer à cúpula UE-A.Latina

Brasília, 6 mai (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pretende ir à Cúpula União Europeia-América Latina (ALC-UE) em Madri após a confirmação de que o presidente de Honduras, Porfirio Lobo, só estará presente na reunião entre a UE e a América Central, informou hoje uma fonte da Presidência da República.

EFE |

Brasília, 6 mai (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pretende ir à Cúpula União Europeia-América Latina (ALC-UE) em Madri após a confirmação de que o presidente de Honduras, Porfirio Lobo, só estará presente na reunião entre a UE e a América Central, informou hoje uma fonte da Presidência da República. Segundo disse a fonte à Agência Efe, Lobo confirmou hoje sua presença apenas na reunião mencionada, que será um encontro específico dentro da Cúpula ALC-UE. A presença do hondurenho no evento maior representava o único empecilho para a participação brasileira. O Brasil pretendia boicotar a cúpula se Lobo estivesse presente, já que considera o atual Governo hondurenho resultado de um rompimento da ordem constitucional de Honduras devido à destituição, em 28 de junho do ano passado, do então presidente Manuel Zelaya. Segundo disse na quarta-feira o assessor de Assuntos Internacionais da Presidência, Marco Aurélio Garcia, o boicote brasileiro seria seguido por "pelo menos dez presidentes latino-americanos". A ameaça de boicote foi anunciada na segunda-feira passada, após o encerramento do encontro entre os líderes da União de Nações Sul-americanas (Unasul), realizado em Campana (Argentina). Além do Brasil, Equador, Bolívia e Venezuela também ameaçaram não comparecer à Cúpula. A Cúpula UE-América Latina acontecerá nos dias 17 e 18 deste mês, em Madri. EFE mp/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG