Lula pede saída negociada a autoridades de Honduras

NOVA YORK (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta terça-feira em Nova York que o Brasil garante o direito do presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, de buscar refúgio na embaixada do país em Tegucigalpa. Lula apelou ao governo de facto de Honduras que negocie uma saída para a crise política no país da América Central.

Reuters |

"O Brasil fez apenas aquilo que qualquer país democrático faz na hora em que um cidadão pede abrigo na sua embaixada. O Brasil está garantindo que ele fique lá", disse a jornalistas Lula, que conversou com Zelaya por telefone mais cedo nesta terça-feira.

"É um direito, eu diria, internacional e nós esperamos que os golpistas não mexam na embaixada brasileira, e esperamos que negociem", acrescentou Lula.

(Por Walter Brandimarte; Edição de Pedro Fonseca)

    Leia tudo sobre: honduraslula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG