Lula pede medidas para acabar com tragédias causadas por chuvas

Brasília, 12 jan (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu hoje que sejam tomadas medidas para que novas tragédias como as ocorridas nas últimas semanas na região Sudeste devido às intensas chuvas não voltem a acontecer em até três décadas.

EFE |

"A culpa é do acúmulo de erros cometidos neste país ao longo de décadas. Temos que refletir como começar a trabalhar. Que a gente possa sonhar daqui a 20 ou 30 anos não ter mais essas tragédias", disse Lula em discurso em Brasília.

Esta foi a primeira referência pública do presidente às enchentes e deslizamentos de terra ocorridos no Sudeste nos últimos dois dias de 20009 e que deixaram pelo menos 87 mortos.

Lula lembrou que o Brasil conta com leis que proíbem a construção de imóveis em áreas de risco de deslizamento de terra e apontou a responsabilidade das autoridades locais que permitiram as construções sem permissão "durante décadas".

"Se um grupo de pessoas está indo morar em lugar inadequado, o prefeito não pode permitir que vá. Se construir dez casas, é amontoado de gente; se construir mil, vira um problema político", afirmou. EFE mp/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG