Lula pede castigo para holandeses condenados por pornografia infantil

Haia, 10 abr (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu hoje castigo para dois holandeses que fugiram do país após serem condenados por pornografia infantil.

EFE |

Os acusados conseguiram fugir do país depois que um consulado holandês concedeu-lhes um passaporte enquanto a tramitação da apelação estava em andamento.

A pornografia infantil "é inadmissível" e seus autores "têm que ser castigados", afirmou Lula em declarações conjuntas com Jan Peter Balkenende, o primeiro-ministro da Holanda, no primeiro dia da visita de Estado que o presidente realiza no país.

Balkenende reconheceu que "foi um erro" entregar aos dois homens um passaporte de urgência.

Os dois homens foram condenados em primeira instância a 11 anos de prisão por pertencer a uma rede de pornografia infantil que abusou de 24 meninas, e ontem foram sentenciados por um tribunal de apelação do Rio de Janeiro a 21 e 17 anos de prisão.

No entanto, ambos já se encontravam na Holanda, depois que um consulado holandês concedeu-lhes passaportes de urgência que utilizaram para sair do Brasil rumo ao Paraguai, de onde voaram para seu país.

Por isso, o tribunal de apelação disse também que a Holanda deveria ser processada perante a ONU por haver violado os direitos dos menores que foram vítimas da pornografia infantil.

Balkenende condenou qualquer implicação de cidadãos holandeses em pornografia infantil, algo que considerou "repugnante", e destacou que os ministros de Justiça de ambos os países estão em contato para resolver essa questão. EFE mt-rcf-vl/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG