Lula exige em Gana que EUA e UE eliminem subsídios agrícolas

O presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, exigiu neste domingo dos países ricos, especialmente Estados Unidos e União Européia, a eliminação dos subsídios agrícolas, em declarações feitas em Gana, onde participa da 12ª Conferência da ONU sobre Comércio e Desenvolvimento (CNUCED).

AFP |

"Devem pôr fim a estes subsídios e abrir seus mercados aos produtos agrícolas dos países em desenvolvimento", exigiu o presidente brasileiro.

Lula abordou a questão do aumento dos preços alimentícios (arroz, trigo, etc) durante sua visita à sede da Embrapa em Gana, pouco antes do início da conferência da CNUCED, este domingo em Acra.

O presidente brasileiro também pediu que os países ricos realizem transferências de tecnologia para os países pobres para ajudar estes a desenvolver sua produção agrícola.

A realização da CNUCED é marcada pela crise alimentar e energética que afeta principalmente os países em desenvolvimento, e ocorre no momento em que as negociações da Rodada de Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC) permanecem bloqueadas devido às divergências entre norte e sul relacionadas ao comércio de produtos agrícolas.

Em sua chegada a Acra, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, ressaltou que "a conferência não poderia ser realizada em momento mais oportuno. Estamos em uma situação preocupante que ameaça a estabilidade de vários países em desenvolvimento".

Durante cinco dias, membros de 193 países discutirão o impacto da globalização na economia.

ato-hv-jlh/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG