Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Lula e Uribe inauguram conferência de negócios em Bogotá

Bogotá, 19 jul (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o chefe de Estado colombiano, Álvaro Uribe, tiveram hoje em Bogotá uma breve reunião antes da abertura conjunta de um encontro de negócios com 250 empresários de Brasil e Colômbia.

EFE |

Lula e Uribe se encontraram no Salão Cinqüentenário do Hotel Crowne Plaza Tequendama, na capital colombiana, que, desde a noite desta sexta-feira, acolhe o presidente brasileiro, que chegou a Bogotá para uma visita oficial que termina amanhã.

A reunião aconteceu antes da cerimônia de abertura do Encontro Empresarial Brasil-Colômbia, realizado no mesmo hotel, onde empresários dos dois países participaram do encontro.

O encontro e a abertura do evento foram as primeiras atividades da agenda de Lula em Bogotá, escala inicial de uma visita que terminará em Letícia, capital do departamento colombiano de Amazonas.

Após abrir a conferência empresarial, Lula e Uribe se deslocaram para a Residência Presidencial de Hatogrande, em Cajicá, a menos de 45 quilômetros a norte de Bogotá.

O ministro das Relações Exteriores colombiano, Jaime Bermúdez, disse anteriormente que o investimento, o comércio, a cooperação em defesa e segurança fronteiriça, o meio ambiente e os biocombustíveis são os assuntos que centrarão o interesse dos dois chefes de Estado e suas equipes nesse encontro bilateral.

Lula e Uribe assinarão nove acordos e depois comparecerão perante a imprensa, reunião com a qual encerrarão os compromissos bilaterais de hoje, segundo a agenda divulgada pela Casa de Nariño, sede do Executivo colombiano.

Em seu segundo e último dia de visita, Lula irá a Letícia, onde participará da celebração da Data Nacional da Colômbia.

Também participará dos atos o presidente do Peru, Alan García, cujo país, assim como Brasil, faz fronteira com a Colômbia.

A comemoração da Data Nacional da Colômbia em Letícia compreende um desfile militar e um grande show, que coincidirão com as manifestações em favor da libertação dos seqüestrados na Colômbia, previstas em todos os centros urbanos do país e em muitas cidades do mundo. EFE jgh/wr/db

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG