Lula e Obama analisarão relação EUA-Venezuela com aval de Chávez

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva analisará com seu homólogo dos Estados Unidos, Barack Obama, a questão da conflituosa relação entre Washington e Caracas durante o encontro que manterão este mês, disse nesta quarta-feira o presidente venezuelano, Hugo Chávez.

AFP |

O líder venezuelano revelou esta noite que deu seu aval a Lula neste particular durante uma conversa por telefone.

"Falei com Lula há pouco porque ele vai estar com Obama. Ele tem me ligado e está preocupado com estas declarações que saem com agressões contra a Venezuela. Então, como Obama lhe convidou para conversar, ele fez contato conosco e disse que quer, se eu concordar, tratar do tema da Venezuela. Disse a ele que sim, como eu faria se fosse com o Brasil".

Chávez assinalou que ele mesmo apelou a uma estratégia similar para pedir a suspensão do embargo econômico sobre Cuba ao presidente americano Bill Clinton.

O líder venezuelano revelou ainda que enviou uma carta a Lula "com reflexões sobre o momento que estamos vivendo" e um comentário em particular: "Que os Estados Unidos, no lugar de seguirem com sua agressão utilizando a mentira e o cinismo, como Obama e seu governo vêm fazendo, deveriam colocar na mesa o tema da crise mundial, que começou lá".

Chávez se referia a dois recentes relatórios do departamento americano de Estado que criticam a situação dos direitos humanos e a "falta de cooperação" no combate às drogas na Venezuela.

Lula e Obama se encontrarão neste mês de março, quando o presidente brasileiro viajar a Nova York para um encontro com empresários, antes de se deslocar para Washington.

Os dois líderes também se reunirão na Cúpula das Américas, prevista para abril, em Trinidad e Tobago.

axm/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG