O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua colega argentina, Cristina Kirchner, acertaram nesta sexta-feira, em Assunção, um encontro entre seus ministros da área de produção para solucionar, setor por setor, as controvérsias bilaterais em matéria comercial.

"Vamos fazer uma reunião de ministérios da produção dos dois países", revelou Kirchner à imprensa ao final da 37ª Cúpula do Mercosul, sem especificar a data do encontro entre o ministro brasileiro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, e a responsável de Produção argentina, Débora Giorgi.

"Com Lula tive uma reunião muito boa, e acertamos que os temas comerciais serão tratados com números concretos, caso por caso", para buscar soluções, revelou Kirchner.

Na quarta-feira, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) do Brasil informou que pretendia denunciar a Argentina na Organização Mundial do Comércio (OMC) devido às restrições aplicadas por Buenos Aires contra suas exportações.

A Argentina teve em 2008 um déficit comercial de 4,344 bilhões de dólares com o Brasil, mas em dezembro passado o saldo negativo havia caído para 64 milhões de dólares, o nível mais baixo desde 2004.

lm/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.