Lula e Cristina defendem participação da OIT em debates do G20

Buenos Aires, 23 abr (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a governante argentina, Cristina Fernández de Kirchner, decidiram hoje pedir conjuntamente que a Organização Internacional do Trabalho (OIT) seja incluída nos debates do Grupo dos Vinte (G20, que reúne os países mais ricos e principais emergentes).

EFE |

O pedido será remetido ao primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, anfitrião da última cúpula do G20, por meio de uma nota "em termos diplomáticos", disse Cristina em entrevista ao lado de Lula depois de uma reunião entre ambos na Casa Rosada, sede do Governo argentino.

"No G20, escutamos os representantes do Fundo Monetário Internacional (FMI), do Banco Mundial (BM) e das Nações Unidas, e achamos que é muito importante que (se inclua) um organismo como a OIT, onde estão representados os trabalhadores, que são as primeiras vítimas da crise", explicou a presidente argentina.

Os dois líderes tinham levado uma posição pactuada às deliberações na cúpula do G20, realizada no começo do mês em Londres.

A reunião de Buenos Aires é a terceira entre Lula e Cristina dentro do mecanismo de consultas periódicas que iniciaram no início de 2008 para aprofundar a integração bilateral. EFE hd/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG