Lula e Chávez terão série de reuniões bilaterais em Bariloche

Bariloche (Argentina) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá a partir desta sexta-feira, assim como o chefe de Estado venezuelano, Hugo Chávez, uma série de reuniões bilaterais em meio à cúpula especial da União de Nações Sul-americanas (Unasul) em Bariloche.

EFE |

Antes do começo da cúpula, Lula e Chávez, que na quinta-feira falaram por telefone sobre o polêmico acordo entre Colômbia e Estados Unidos, razão da reunião extraordinária da Unasul, participarão de um café-da-manhã em que o brasileiro deve pedir ao venezuelano menos críticas a Bogotá.

Fontes oficiais disseram hoje à Agência Efe que um salão foi reservado para que Chávez fale com Lula depois de uma reunião com os líderes que compartilharam sua rejeição ao convênio militar, o boliviano, Evo Morales, e o equatoriano, Rafael Correa.

Morales chegará ao encontro após reunir-se com a presidente do Chile, Michelle Bachellet.

Depois da cúpula, que começará às 9h (Brasília) e se prevê que termine às 13h, está prevista uma reunião de Chávez com o presidente do Paraguai, Fernando Lugo.

Em Assunção, foi anunciado que Lugo também terá uma reunião com a presidente argentina, Cristina Fernández de Kirchner, para tentar resolver pendências sobre a represa de Yacyretá.

Cristina, cuja reunião com Lugo não foi ainda confirmada por fontes oficiais argentinas, anunciará depois a assinatura do acordo através do qual a Argentina adere à norma japonesa de televisão digital, ato que terá a presença de Lula.

Leia mais sobre: Lula - Chávez

    Leia tudo sobre: brasilchávezlula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG