só reconhece Governo de Zelaya - Mundo - iG" /

Lula diz que Brasil só reconhece Governo de Zelaya

Brasília, 29 jun (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reiterou hoje sua condenação ao golpe de Estado ocorrido em Honduras e afirmou que seu país não pode aceitar ou reconhecer outro Governo que não seja o do presidente (Manuel) Zelaya.

EFE |

"Não podemos aceitar que alguém veja uma saída para os problemas de seu país à margem da democracia e das eleições livres e diretas", por isso Zelaya "deve retornar à Presidência", declarou Lula.

O retorno de Zelaya "é a única condição para que possam ser restabelecidas as relações com Honduras", disse Lula em seu programa de rádio semanal, sem chegar a esclarecer se seu Governo suspendeu ou cortou relações diplomáticas com esse país centro-americano.

O Parlamento de Honduras destituiu no domingo Zelaya, a quem acusou de violar a Constituição com sua decisão de convocar uma consulta popular para uma reforma da Carta Magna, que data de 1982, quando os militares entregaram o poder aos civis.

Zelaya foi detido e depois levado à força para a Costa Rica, e foi substituído no cargo por Roberto Micheletti, que até o momento exercia a Presidência do Parlamento.

Em comunicado divulgado no domingo, o Governo brasileiro já tinha condenado o "golpe de Estado" de "forma veemente".

Em uma nota emitida pelo Ministério das Relações Exteriores, o Brasil exigiu que Manuel Zelaya seja "imediata e incondicionalmente" reposto em suas funções e qualificou o ocorrido em Honduras como um "atentado à democracia".

O chanceler Celso Amorim se comunicou com outros ministros de Exteriores latino-americanos, aos quais pediu que a Organização dos Estados Americanos (OEA) se mantenha em "sessão permanente", enquanto persistir a crise em Honduras, disseram à Agência Efe fontes oficiais. EFE ed/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG