Lula discutirá resgate de refém das Farc com senadora colombiana

Bogotá, 27 abr (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva receberá na quarta-feira em Brasília a senadora colombiana Piedad Córdoba, líder de um coletivo de intelectuais ao qual as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) prometeram entregar um refém, disseram hoje fontes do escritório da legisladora.

EFE |

Córdoba falará com Lula sobre a possibilidade de o Brasil contribuir com a logística para receber o militar Pablo Emilio Moncayo, cuja intenção de libertação foi anunciada pelos rebeldes há 11 dias, informou à Agência Efe um porta-voz da equipe parlamentar da senadora.

A legisladora viajou ontem à noite para Brasília, continuou a fonte, relatando também que ela deve visitar o Congresso nacional na terça-feira, quando haverá uma avaliação da colaboração do Brasil nas duas operações humanitárias em fevereiro nas quais Córdoba recebeu seis reféns das Farc.

O Governo brasileiro cedeu dois helicópteros para estas missões, nas quais a guerrilha libertou os dois únicos políticos que mantinha como reféns, além de quatro membros de forças de segurança.

Pablo Emilio Moncayo foi sequestrado em 21 de dezembro de 1997 durante um ataque rebelde na colina Patascoy, base de comunicações do Exército da Colômbia no departamento de Nariño (sul).

As Farc explicaram sua decisão de libertar Moncayo diante das solicitações dos presidentes do Equador, Rafael Correa, e da Venezuela, Hugo Chávez, assim como do grupo de intelectuais Colombianas e Colombianos pela Paz (CCP), liderado por Córdoba.

Moncayo é um dos 22 oficiais e suboficiais da Polícia que continuam nas mãos das Farc, que pretendem trocá-los por 500 insurgentes presos, incluindo três extraditados aos Estados Unidos.

EFE jgh/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG