Lula descarta saída da Colômbia da Unasul

BRASÍLIA ¿ O porta-voz da presidência da República, Marcelo Baumbach, afirmou nesta quarta-feira que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva descarta a possibilidade da Colômbia abandonar a Unasul (União das Nações Sul-Americanas).

Christian Baines, repórter em Brasília |


Segundo o porta-voz, Lula tem a confiança de que seu colega Álvaro Uribe vai continuar engajado em estabelecer diálogo com seus vizinhos.

O presidente tem a confiança que a parte colombiana continuará também engajada nesse diálogo. A declaração da parte colombiana tem sido clara, no sentido de que a discussão foi dura, de que a discussão gera desconforto, mas o presidente Lula está convencido de que os países da região, inclusive a Colômbia, saberão direcionar o diálogo, até porque não há alternativa ao diálogo".

"Ou seja, o presidente está confiante de que apesar da dificuldade da questão, apesar das declarações que têm sido feitas, a Colômbia não sairá da Unasul e o diálogo continuará, completou Baumbach.

Durante a reunião de ministros da Defesa e de Relações Exteriores dos países da Unasul em Quito, nesta quarta-feira, o ministro da Defesa da Colômbia, Gabriel Silva, afirmou que seu país não descarta a possibilidade de abandonar o órgão caso não encontrasse "sensibilidade" em seus vizinhos.

O porta-voz disse ainda que Lula considera que o fato da Colômbia ter se sentado à mesa de negociação com os outros países já é uma vitória.

O presidente considera que o aspecto mais importante desse assunto é que a reunião do dia 15 passado cumpriu o mandato de Bariloche, que era colocar todos esses temas relativos à defesa sobre a mesa. O próprio fato de não ter havido consenso nessa reunião do dia 15, evidencia a importância de que ela tenha sido realizada e a necessidade de que ela tivesse ocorrido. Até porque nunca houve esse tipo de discussão de forma tão clara e aberta. E mesmo porque esse diálogo é sobre questões sensíveis que evocam rivalidades históricas.



Leia mais sobre bases na Colômbia

    Leia tudo sobre: acordo militarcolômbiaunasul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG