novo mundo em discurso na Assembleia Geral da ONU - Mundo - iG" /

Lula defende novo mundo em discurso na Assembleia Geral da ONU

Pilar Valero. Nações Unidas, 23 set (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje em discurso que abriu a Assembleia Geral das Nações Unidas que um novo mundo é um imperativo político e moral, no dia em que a América Latina fez uma enérgica defesa de um mundo multipolar e de uma reforma nas instituições internacionais.

EFE |

A defesa de uma nova era de compromisso mundial e a adaptação das instituições internacionais ao século XXI foi predominante nos discursos pronunciados hoje no fórum de debate das Nações Unidas, que reúne governantes de 192 países.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em seu primeiro discurso na ONU, pediu a abertura de "uma nova era de cooperação" que enfrente os desafios comuns e se declarou disposto a atuar "de modo valente e coletivo".

Lula reprovou duramente os países mais ricos por resistirem a encarar uma reforma dos organismos internacionais que os torne "mais democráticos e representativos" para abordar a reorganização do sistema monetário internacional.

O presidente brasileiro reiterou também sua reivindicação de ampliar o Conselho de Segurança, o principal órgão decisório da ONU, com a inclusão de um assento permanente para o Brasil.

Para Lula, o mundo não pode estar sujeito às mesmas regras e valores que prevaleceram na Conferência de Bretton Woods (1944) e após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Na continuação, o líder líbio, Muammar Kadafi, afirmou em seu discurso que "a América Latina deve ter um assento permanente" no Conselho de Segurança da ONU, mas sustentou que o poder desse órgão deve ser transferido à Assembleia Geral, na qual todos os países estão representados.

"O mundo vai mudar. Não pode ser de outra forma. A consciência universal exige essa mudança", disse por sua vez o presidente da França, Nicolas Sarkozy.

O chefe de Estado francês ressaltou que "agora todos sabemos a que catástrofes nossa obstinação por tentar solucionar os problemas do século XXI com os instrumentos e as ideias do século XX pode nos levar".

Já a presidente chilena, Michelle Bachelet, disse que o diálogo multilateral deve voltar ao centro da política mundial porque "se a globalização descontrolada no sistema financeiro provocou a crise em que vivemos, a ação unilateral e o desprezo pelas instituições significou conflitos que não queremos que se repitam".

Bachelet acrescentou que o Chile apoia a reforma e o fortalecimento das Nações Unidas, assim como a ampliação do Conselho de Segurança, cujos únicos membros permanentes são França, China, Estados Unidos, Reino Unido e Rússia.

O presidente uruguaio, Tabaré Vázquez, expressou também sua adesão a um processo de reforma da ONU e ao multilateralismo, que abrange também a liberalização do comércio.

"O protecionismo é para o comércio o que o autoritarismo é para a democracia", ressaltou Vázquez.

A Assembleia da ONU também está sendo palco de diversas negociações diplomáticas para buscar uma solução rápida e pacífica à situação vivida em Honduras depois do retorno ao país de seu presidente deposto, Manuel Zelaya, que está abrigado na Embaixada do Brasil em Tegucigalpa desde segunda-feira.

O presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, anunciou hoje em entrevista coletiva na ONU, que uma reunião na missão da Espanha nas Nações Unidas, em Nova York, terá a presença dos chanceleres dos principais países envolvidos na crise hondurenha.

Segundo Zapatero, o objetivo da reunião, convocada também pela Organização dos Estados Americanos (OEA), é tentar buscar uma saída dialogada, pacífica e estável para a situação em Honduras.

De acordo com declarações de fontes diplomáticas à Agência Efe, o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, estará presente à reunião, assim como a chanceler do Governo de Manuel Zelaya, Patricia Rodas, e o secretário-geral da OEA, José Miguel Insulza.

EFE va/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG