NOVA YORK (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta segunda-feira que não vê razão para os Estados Unidos manterem o embargo econômico a Cuba. Não existe mais, do ponto de vista político, do ponto de vista sociológico, do ponto de vista da racionalidade humana, nada mais que impeça o restabelecimento das relações com Cuba, disse Lula durante seminário em Nova York.

Lula acrescentou que líderes da América Latina esperam que os EUA evitem a volta das políticas intervencionistas do passado, apontando a eleição do presidente Barack Obama como uma oportunidade.

(Reportagem de Walter Brandimarte e Pedro da Costa)

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.