Lula dá camisa da Seleção a Obama e fala da questão de Honduras

Os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Barack Obama mantiveram nesta quinta-feira em LAquila uma reunião bilateral durante a qual o presidente brasileiro presenteou o colega americano com uma camisa da Seleção de futebol.

AFP |

Os dois também conversaram sobre a necessidade de um rápido restabelecimento do deposto presidente hondurenho Manuel Zelaya a seu cargo.

"A posição do Brasil e dos Estados Unidos é muito firme, de condenação ao golpe", declarou à imprensa o principal assessor de Lula, Marco Aurélio Garcia, à margem da cúpula do G8 e do G5.

"Brasil e Estados Unidos esperam que Honduras chegue o mais rápido possível a uma solução baseada na alternativa legal e legítima, que é a reintegração de Zelaya em suas funções", acrescentou Garcia.

Durante o encontro, Lula parabenizou a posição dos Estados Unidos em relação a Honduras, disse ainda.

"Pela primeira vez, todos os países das Américas têm uma posição coordenada na condenação de um ato dessa magnitude", destacou Marco Aurélio, acrescentando que tanto Brasília como Washington "apoiam as iniciativas da OEA para resolver a crise".

Durante o encontro paralelo à cúpula G8/G5, Lula aproveitou a oportunidade para presentear Obama com uma camisa da Seleção autografada pelos craques brasileiros.

afp/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG