Lula chega ao Vietnã para potenciar os laços bilaterais

Hanói, 10 jul (EFE) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou nesta quinta-feira (hora local) ao Vietnã em visita oficial voltada a potenciar as relações comerciais e a cooperação com a nação, na segunda escala de sua viagem pela Ásia.

EFE |

Lula e a delegação de ministros e altos funcionários que o acompanha chegaram do Japão, onde foi realizada a Cúpula do G8 (sete nações mais ricas do mundo e a Rússia), ao aeroporto de Hanói com uma hora de atraso.

O presidente, que, em algumas horas, iniciará sua visita oficial de um dia com a recepção oficial e uma reunião com o chefe de Estado vietnamita, Nguyen Minh Triet, foi diretamente ao hotel, sem dar declarações.

No entanto, o assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência, Marco Aurélio Garcia, qualificou o Vietnã como uma "potência emergente", com a qual tentarão "estimular o comércio e estudar possibilidades de investimento", particularmente no âmbito dos biocombustíveis.

Garcia destacou a coincidência de ambos os países em seu afã de completar o crescimento econômico com "progresso social" e ressaltou o interesse do Brasil em promover a cooperação neste aspecto.

Lula deve assinar com o Vietnã vários convênios de colaboração em questões como agroalimentação, energia, construção e mineração.

Na reunião com Nguyen Minh Triet, espera-se que sejam debatidas iniciativas para fomentar a cooperação nos campos da agricultura, da formação profissional, das energias renováveis, da inclusão social, do comércio e dos investimentos.

Depois, Lula, o qual é acompanhado por 20 empresários durante sua viagem, falará em um fórum empresarial com o objetivo de encorajar a troca e a colaboração, além do investimento no Brasil.

As relações comerciais entre ambos os países experimentaram um aumento constante nos últimos anos, com um volume de US$ 113,8 milhões em 2005, US$ 204 milhões em 2006 e US$ 323 milhões em 2007.

A linha ascendente se mantém em 2008, com uma balança comercial de US$ 276 milhões em 30 de junho.

À tarde, Lula conversará com o primeiro-ministro vietnamita, Nguyen Tan Dung, com o presidente da Assembléia Nacional, Nguyen Phu Trong, e com o secretário-geral do Partido Comunista do Vietnã, Nong Duc Manh.

Esta é a primeira vez que um presidente brasileiro visita o Vietnã desde que os dois países estabeleceram relações diplomáticas, em 1989.

Lula dará por encerrada sua visita nesta quinta-feira e irá ao Timor-Leste, a próxima escala da viagem, que começou no Japão e que terminará na Indonésia no dia 12. EFE jcp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG