Lula chega a Riad para uma série de encontros de negócios

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou à Riad, capital da Arábia Saudita, ao meio-dia deste sábado, para uma série de encontros que incluem o rei Abdullah Bin Abdulaziz Al Saud e diversos líderes empresariais do país. Lula ficará hospedado no Palácio de Hóspedes, que já foi residência do rei, junto com a comitiva formada pelo ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, o ministro de Comunicação Social, Franklin Martins, o ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, e o Assessor Especial da Presidência, Marco Aurélio Garcia.

BBC Brasil |

O governo brasileiro está de olho em ampliar a balança comercial com o país árabe, que no ano passado ficou em US$ 2,56 bilhões em exportações.

A Arábia Saudita é o maior parceiro comercial do Brasil na região.

Neste sábado, o presidente terá encontros com o secretário-geral do Conselho de Cooperação do Golfo (GCC, na sigla em inglês), Abdul Rahman al Attiya, em que o Brasil negocia um amplo acordo de livre comércio entre os países membros do conselho e o Mercosul.

Negociações
O GCC foi idealizado pela Arábia Saudita e é formado ainda por Emirados Árabes Unidos, Omã, Kuwait, Bahrein e Catar.

As negociações foram iniciadas em 2005, durante a 1ª Cúpula América do Sul Países Árabes (ASPA) e retomadas durante o segundo encontro da ASPA em Doha, no Catar, em março deste ano.

O Brasil vem aumentando sua presença econômica e estratégica no mundo árabe nos últimos anos, especialmente na região do Golfo.

Junto a Lula, uma delegação de 50 empresários chegou à Riad para uma série de negociações em diferentes áreas comerciais.

O presidente brasileiro se reúne ainda hoje à noite com o rei saudita no Palácio Real para uma conversa particular quando devem discutir diversos temas globais, como a crise financeira mundial, a reforma da ONU e o conflito entre isralenses e palestinos.

Após a conversa, os dois líderes vão assinar diversos atos com novos acordos de cooperação nas áreas de cultura, esportes, ensino superior, consultas políticas e outras cooperações acadêmicas diplomáticas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG