O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou na noite desta quarta-feira a Buenos Aires para se encontrar amanhã com a presidente Cristina Kirchner, dentro do programa de reuniões semestrais previsto no Mecanismo de Integração e Coordenação Bilateral.

AFP
Lula acena para jornalistas ao chegar em hotel de Buenos Aires

Lula, que não deu declarações, chegou acompanhado do chanceler Celso Amorin e dos ministros da Defesa, Nelson Jobim, e das Comunicações, Hélio Costa.

A comitiva brasileira é integrada ainda pelo secretário-executivo do ministério do Desenvolvimento, Ivan Ramalho, e pelo presidente do Banco Central, Henrique Meirelles.

Lula e Kirchner manterão seu terceiro encontro pelo Mecanismo de Integração e Coordenação Bilateral, que prevê a execução de obras de infra-estrutura e a cooperação para o desenvolvimento de Brasil e Argentina.

Nesta quinta-feira, Lula encontrará Kirchner às 11h00 local (11h00 Brasília), na Casa de Governo, quando os dois analisarão as relações bilaterais e firmarão uma declaração.

Em seguida, os presidentes irão à sede da Chancelaria, onde Kirchner oferecerá um almoço à delegação brasileira.

Lula e Kirchner mantiveram seu último contato bilateral em São Paulo, em março passado, quando a presidente viajou para encerrar a "Semana Argentina" na capital paulista.

Lula volta a Brasília na tarde de quinta-feira.

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.