Lula afirma que vai eleger sucessor e insinua candidatura de Dilma

O presidente Luiz Inácio Lula da Sila afirmou que vai conseguir eleger o sucessor em 2010 e antecipou que existem muitas possibilidades de que uma mulher ocupe o cargo, apesar de não ter citado o nome de sua candidata, em uma entrevista à imprensa argentina.

AFP |

"Com muita humildade digo a vocês que eu vou eleger meu sucessor. Não posso dizer quem é, mas até posso assegurar que existem muitas possibilidades de que seja uma mulher", afirmou o presidente em entrevista ao jornal Clarín.

A imprensa brasileira especula há vários meses que a candidata preferida de Lula é a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, que já foi ministra das Minas e Energias.

Rousseff, uma militante do Partido dos Trabalhadores (PT), acompanha Lula desde o primeiro mandato e é uma das ministras com maior prestígio na equipe do presidente.

Lula se mostró confiante de que o PT vencerá as próximas eleições presidenciais por causa das melhores condições econômicas e sociais do Brasil durante seus dois mandatos, que chegam ao fim em 2010.

"Temos todas as possibilidades de ganhar as eleições. Vamos estar com uma economia em crescimento, uma renda per capita em aumento, os trabalhadores melhorarão, os pobres serão menos pobres. Isto é o que garante uma eleição", destacou Lula.

"Vamos chegar a 2010, ano das próximas presidenciais, em uma situação muito confortável", destacou o presidente, que citou ainda como benefícios para os brasileiros as obras de infra-estrutura no país para ser a sede da Copa do Mundo de 2014.

lt/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG