Lula: a eleição de Obama não é pouca coisa

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reconheceu nesta terça-feira, em Roma, que a eleição de Barack Obama é um fato histórico significativo.

AFP |

"Não é pouca coisa que os Estados Unidos tenham eleito um negro como presidente da República. Como também não foi pouca coisa que tenha sido eleito um torneiro matalúrgico no Brasil, um índio na Bolívia e um bispo católico no Paraguai", declarou Lula durante uma mesa redonda com sindicalistas italianos.

"A eleição Obama foi uma das conseqüências da crise. Inteligente como é, ele sabe que, se a crise não for resolvida, isso será responsabilidade dele", acrescentou.

Lula também se reunirá com sindicalistas americanos quando for a Washington participar na reunião de cúpula do G8 e G20 no fim de semana.

"É importante que o movimento sindical, o povo, elabore propostas para encontrar um novo sistema econômico mundial, com outras instituições multilaterais, porque as de agora não representam o século XXI", declarou.

Lula defende a criação de uma "nova ordem" econômico mundial que seja mais humana e dê prioridade aos assuntos sociais, e reclama maior espaço para o Brasil e os países emergentes nos grandes foros de consenso econômico e diplomático.

kv/js/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG