Lula: a cúpula dos Bric será uma troca de experiência sobre a luta anticrise

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta segunda-feira que a cúpula de membros do grupo Bric de países emergentes (Brasil, Rússia, Índia e China), que se celebra nesta terça-feira na Rússia, permitirá trocar experiências sobre a luta contra a crise.

AFP |

"Trata-se de uma primeira reunião e acho que temos muitas coisas importantes a falar", afirmou Lula em Genebra, depois de participar em uma minicúpula da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e pedir "uma nova ordem econômica mundial" que favoreça a produção e não a especulação.

"Acho que temos que fazer uma troca de experiências sobre como cada país está enfrentando a crise", afirmou, ao ser consultado sobre a agenda da primeira cúpula dos Bric na qual participarão o presidente russo Dimitri Medvedev, o chinês Hu Jintao e o primeiro-ministro indiano, Manmohan Singh.

Segundo Lula, os dirigentes falarao da Organizaçao Mundial do Comércio (OMC), da Rodada de Doha, da crise econômica e das instituções multilaterais.

O grupo BRIC celebra nesta terça sua primeira cúpula na cidade russa de Ekaterinburgo (leste), tentando conseguir um maior protagonismo mundial e mostrar unidade ante as grandes potências.

Embora os quatro países estejam determinados a agir juntos durante a crise econômica e nos próximos anos, ainda estão longe de contrapor a instituições globais já estabelecidas.

arz/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG