Lugo sobrevoa divisa com Brasil e anuncia combate a tráfico de drogas

Assunção, 20 out (EFE) - O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, sobrevoou hoje as regiões de cultivo de maconha no departamento de Amambay, na fronteira com o Brasil, e anunciou que intensificará o combate ao tráfico de drogas. A finalidade de nossa visita é demonstrar à população o interesse que temos em erradicar o flagelo da droga, que tanto dano causa ao país, disse Lugo, que sobrevoou várias regiões de Amambay, 530 quilômetros ao nordeste de Assunção e divisa com Mato Grosso do Sul. Queremos fazer um trabalho conjunto, coordenado. Acho que somente nos unindo poderemos continuar melhorando o país, disse.

EFE |

O chefe de Estado realizou esse percurso em companhia das autoridades locais e da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), organismo que realiza operações periódicas de destruição de cultivos de maconha em Amambay e na vizinha Canindeyú.

Lugo sobrevoou o local em um helicóptero da Força Aérea e presenciou também a destruição de parte das plantações ilegais, assim como dos acampamentos precários instalados pelos plantadores de droga.

O presidente foi acompanhado dos ministros paraguaios de Agricultura e Pecuária, Cándido Vera Bejarano, e de Interior, Rafael Filizzola.

Segundo as autoridades paraguaias, nas regiões florestais de Amambay e da vizinha Canindeyú operam contrabandistas e traficantes que disputam o controle das plantações de maconha da região, assim como pelo tráfico de cocaína.

A Senad destruiu um total de 1.550 hectares de plantações de maconha em 2007 em operação realizada nesses dois departamentos e em Caaguazú (centro). EFE rg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG