Lugo se solidariza com vítimas de terremoto no Chile

Assunção, 27 fev (EFE).- O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, mostrou hoje sua profunda solidariedade com o povo e o Governo do Chile pelo terremoto desta madrugada.

EFE |

"Quero expressar minha profunda solidariedade com o povo do Haiti e com o povo do Chile. Esta manhã tentamos nos comunicar com Michelle Bachelet, muito cedo", afirmou Lugo após o fechamento de um ato de Governo em um bairro de Assunção.

Ao explicar que por problemas de comunicação não pôde falar por telefone com a presidente chilena, o chefe de Estado pediu que se orasse pelas vítimas.

"Vão para suas casas e, quando estiverem reunidos nas mesas, orem pelos irmãos chilenos e lembrem também o povo do Haiti. Está comprovado que a oração é poderosa", enfatizou o ex-bispo.

O terremoto aconteceu hoje às 3h36 (na hora local e em Brasília) com epicentro na região de Bío-Bío, a 500 quilômetros de Santiago e a 90 quilômetros da capital regional, Concepción.

O Governo chileno confirmou pelo menos 147 mortos na tragédia. O sismo chegou a ser sentido em alguns bairros de São Paulo e teve 8,8 graus de magnitude na escala Richter, segundo o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS, em inglês).

O terremoto gerou um tsunami no Oceano Pacífico que chegará ao Havaí pouco depois das 18h (Brasília), como informou a Administração Nacional de Atmosfera e Oceanos (NOAA, na sigla em inglês).

A NOAA emitiu ainda um alerta de tsunami para uma ampla área do Pacífico, incluindo México, Peru, Equador, Nova Zelândia, Austrália, Rússia, Indonésia, Japão e Filipinas, além do Chile. EFE lb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG