Lugo reúne-se com chefe antidrogas, após detenção de traficante brasileiro

Assunção, 27 dez (EFE).- O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, foi hoje à sede da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), onde o brasileiro Jarvis Chimenes Pavão, um dos traficantes de drogas mais procurados nos últimos anos, está detido.

EFE |

Lugo se reuniu com o diretor-executivo da Senad, César Damián Aquino, pouco antes de "Pavão" ter sido levado de helicóptero da localidade de Yby-Yaú, no departamento de Concepción, 450 quilômetros ao nordeste da capital paraguaia.

"Com sua vinda à Senad, nos deu seu apoio; isso nos deixa contentes", disse a jornalistas Aquino ao explicar que "Pavão" e os outro quatro homens que foram detidos na mesma operação ficarão detidos nessa base até que um juiz de instrução adote uma decisão.

"Pavão" foi preso esta madrugada durante a "Operação Capricórnio" executada por membros da Senad na fazenda "El Hotel", situada a 35 quilômetros do sítio "Quatro Filhos", propriedade do brasileiro.

Junto com ele foram presas outras quatro pessoas, entre elas o paraguaio Carlos Antonio Caballero, conhecido como "Capilo".

O brasileiro, supostamente ligado ao cartel dirigido da prisão por Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, "foi surpreendido praticamente na cama, já que foi aproveitado o momento de forte tempestade desta madrugada", disseram à Agência Efe fontes da Senad. EFE lb/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG