Lugo promete gestão simples e austera pouco antes da posse

Assunção, 15 ago (EFE).- O ex-bispo Fernando Lugo prometeu hoje uma gestão de austeridade e simplicidade, pouco antes de tomar posse como presidente do Paraguai, em um ato que reunirá vários chefes de Estado.

EFE |

"Vamos gastar equitativamente. Uma campanha de austeridade e simplicidade caracterizará nosso Governo", afirmou Lugo aos jornalistas em frente à residência do novo presidente, em Lambaré, município próximo vizinho a Assunção.

Afirmou que ele não precisa de dinheiro, que não entrou na política para enriquecer e que renunciará a seu salário de chefe de Estado, que equivale a US$ 4.000.

Lugo também comentou que muito cedo rezou pelo país e reafirmou que combaterá a corrupção e "as pessoas que se aproveitaram do erário".

O ex-bispo tomará posse em um ato que será realizado na esplanada do Congresso, com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e dos chefes de Estado da Argentina, Bolívia, Chile, Equador, Taiwan, Uruguai e Venezuela, assim como o herdeiro da Coroa espanhola, o príncipe Felipe de Astúrias, entre as quase cem delegações estrangeiras.

Fontes da coordenação da transmissão do comando informaram à Agência Efe que o chefe de Estado de Honduras, Manuel Zelaya, chegará com atraso, porque seu avião foi desviado a Ciudad del Este, a 330 quilômetros de Assunção, devido à falta de visibilidade na capital paraguaia. EFE lb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG