Lugo insiste em renegociar com Brasil sobre Itaipu

O novo presidente do Paraguai, Fernando Lugo, reafirmou nesta sexta-feira que seu governo insistirá com Brasil e Argentina sobre o aumento do valor que recebe pela energia vendida nas hidrelétricas binacionais de Itaipu e Yacyretá.

AFP |

Lugo se referiu "ao empreendimento com os povos irmãos de Argentina e Brasil", em relação às duas represas gigantes sobre o rio Paraná, no discurso de posse em Assunção.

"Iremos até os nossos pares para que essas causas nacionais se transformem em causas binacionais de solidariedade, que revelem a consciência de um futuro compartilhado".

Lugo ratificou sua vontade de integração regional, mas insistiu em que seu país sairá em busca de soluções concretas para problemas tão vinculados aos marcos jurídicos", em referência aos termos dos acordos binacionais firmados durante a ditadura, e que Assunção considera lesivos.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva declarou hoje, em Assunção, que está disposto a negociar com Lugo, mas impôs um limite a um eventual aumento de tarifas de Itaipu.

"Vamos negociar sobre tudo que for possível, porque queremos ajudar o Paraguai", disse Lula, advertindo que há limites a um eventual reajuste das tarifas pagas pelo Brasil.

"Vamos ver qual é a demanda, porque qualquer aumento de tarifa para o povo brasileiro é complicado", avisou.

Com a Argentina existe uma negociação para acabar as obras e quitar a dívida paraguaia de 11 bilhões de dólares por Yacyretá, onde 98% da energia vai para os argentinos, respondendo por 17% do consumo do país.

jos/LR/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG