Lugo garante segurança de agricultores brasileiros no Paraguai

O presidente paraguaio, Fernando Lugo, disse nesta sexta-feira que seu governo garantirá a segurança dos colonos brasileiros no Paraguai, cujas propriedades são ameaçadas por camponeses sem-terra.

AFP |

"Faremos o possível para dar segurança aos irmãos brasileiros que estão ajudando no desenvolvimento do país, dentro da legalidade", destacou Lugo.

"Conversamos com representantes de organizações camponesas, com pecuaristas e plantadores de soja e decidimos montar uma mesa de trabalho para superar certas situações", disse Lugo durante uma visita ao departamento de San Pedro, o mais pobre e explosivo do país.

Em San Pedro, grupos de sem-terra têm invadido propriedades, especialmente de brasileiros e seus descendentes, conhecidos como "brasiguaios".

O presidente da Associação Rural do Paraguai (ARP), que reúne os pecuaristas e grandes agricultores, advertiu que se o governo não deter as invasões, a situação pode degenerar em derramamento de sangue.

Ex-bispo católico de San Pedro durante 10 anos, Lugo afirmou que foram dados passos "para um diálogo e o respeito irrestrito da lei, sem distinções".

As declarações de Lugo coincidem com manifestações do governo brasileiro sobre as agressões sofridas pelos "brasiguaios".

Neste sentido, o chanceler Celso Amorim pediu hoje ao seu homólogo paraguaio a adoção de medidas para garantir a segurança dos agricultores brasileiros no Paraguai. "Nossa expectativa é que tenham a capacidade de controlar os excessos".

hro/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG