Lugo diz que dispensa do Vaticano é uma notícia muito esperada

Assunção, 30 jul (EFE).- O presidente eleito do Paraguai, o ex-bispo Fernando Lugo, qualificou hoje como uma notícia esperada por muito tempo a redução ao estado laical concedida pelo papa Bento XVI.

EFE |

Lugo, que tinha sido suspenso "a divinis" em janeiro de 2007 por se voltar para a política, agradeceu "sinceramente a Sua Santidade por uma decisão que não foi fácil para o Vaticano, porque não há precedentes".

A dispensa de Bento XVI, datada de 30 de junho, foi comunicada pessoalmente ao ex-clérigo pelo núncio apostólico em Assunção, Orlando Antonini, que disse que a decisão "teria uma natureza perpétua".

Lugo afirmou, em um breve diálogo com jornalistas, que é uma "notícia esperada por muito tempo", mas destaca que o Vaticano lhe deu um tempo prudencial para meditar e rever sua decisão.

"Eles me deram um tempo prudencial para pensar sobre nossa situação (...), nossas convicções foram firmes desde o princípio.

Acho que o país, em 20 de abril, mostrou que isso é uma opção de confiança, inclusive de esperança", afirmou Lugo, ao lembrar sua vitória eleitoral. EFE lb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG