Lugo apoia plebiscito sobre seu Governo

Assunção, 9 jun (EFE).- O presidente do Paraguai, o ex-bispo Fernando Lugo, há nove meses no poder, admitiu hoje que apoia a possibilidade de convocar um plebiscito para auditar sua gestão e a do Congresso.

EFE |

"Estamos analisando a possibilidade de levar à frente um grande plebiscito, inclusive que possa envolver não somente o Poder Legislativo, mas o Executivo. Gostaríamos de que continuassem dizendo em que estamos falhando", disse Lugo em entrevista.

Ele afirmou ainda que, "às vezes, o presidente só ouve o que quer, mas temos uma população sábia e crítica e temos que escutá-la também".

O presidente fez as declarações depois do anúncio de seu chefe de Gabinete, Miguel López Perito, sobre a possibilidade de que uma consulta popular, sem especificar a que forma de convocação se referia, motivasse a reação de legisladores e de referentes do próprio Governo.

O presidente do Congresso, Enrique González Quintana, do opositor partido União Nacional de Cidadãos Éticos (Unace), segunda legenda da oposição, considerou que esse anúncio faz parte de uma suposta estratégia de Lugo para dissolver o Legislativo. EFE rg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG