Lugo amplia vantagem sobre candidata governista em nova pesquisa no Paraguai

ASSUNÇÃO - O ex-bispo Fernando Lugo tem dez pontos de vantagem sobre a candidata Blanca Ovelar, do Partido Colorado, segundo pesquisa divulgada nesta quinta-feira pelo jornal La Nación, a 17 dias das eleições presidenciais do Paraguai.

EFE |

A pesquisa realizada pela empresa Ati Snead diz que, se as eleições fossem realizadas hoje, Lugo, candidato da Aliança Patriótica para a Mudança (APC, na sigla em espanhol), venceria com 36,8% dos votos, contra 26,4% de Ovelar.

O general reformado Lino Oviedo, da União Nacional de Cidadãos Éticos (Unace) aparece em terceiro, com 24,3% das intenções de voto, seguido pelo empresário Pedro Fadul, do partido Pátria Querida (MPQ, na sigla em espanhol), com apenas 2,8%.

Lugo teve um aumento de 5,9 pontos em relação à última pesquisa, realizada na primeira semana de março.

No entanto, 6,3% dos entrevistados afirmaram que estão indecisos, ao tempo que 1,7% disseram que votariam em branco e 1,8% não opinaram. A pesquisa foi realizada entre os dias 29 de março e 1º de abril, e ouviu 1.536 eleitores.

Já a pesquisa do Gabinete de Estudo de Opinião (GEO) coloca Lugo em primeiro lugar, com 39,5% das intenções de voto, seguido por Ovelar, com 27,9%; Oviedo, com 24%, e Fadul, com 2%.

A pesquisa do Instituto de Ciência e Arte (ICA) é a única que aponta um empate técnico entre Lugo e Ovelar. Segundo a enquete, o ex-bispo teria apenas 0,8% de vantagem sobre a candidata do Partido Colorado.

O diário "ABC Color" aponta uma vitória do Partido Colorado, há 61 anos na Presidência, nas eleições para Governos regionais e para a Câmara dos Deputados.

O Colorado leva vantagem em 11 dos 12 estados em que o diário realizou a pesquisa. Já o Partido Liberal Radical Autêntico (PRLA) leva a melhor apenas em Concepción, no nordeste do país.

Leia mais sobre: Paraguai

    Leia tudo sobre: paraguai

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG