Longas filas marcam início de eleições gerais em Gana

Acra, 7 dez (EFE).- Os ganenses formaram esta manhã longas filas para eleger um novo presidente e os 230 parlamentares que renovarão a Assembléia Nacional.

EFE |

Em alguns dos 22 mil colégios eleitorais espalhados pelo país, um dos mais avançados do continente africano, o material necessário para a votação foi distribuído com atraso. No entanto, a eleição, que começou às 5h (de Brasília) e terminará às 15h, transcorre sem maiores incidentes.

Os eleitores de Gana, alguns dos quais começaram a fazer fila já de madrugada, deram mostras de que se mobilizariam para o pleito desde a época da campanha, razão pela qual as igrejas adiantaram a tradicional missa de domingo para ontem.

A expectativa é que os primeiros resultados da votação comecem a ser divulgados nas últimas horas de hoje, embora o presidente da Comissão Eleitoral, Kwado Afari-Gyan, tenha declarado que eles só serão publicados 72 horas depois do fechamento dos colégios eleitorais.

Apesar de oito partidos políticos terem se apresentado às eleições, os analistas acreditam que apenas dois têm chances reais de chegar à Presidência e garantir a maioria das cadeiras na Assembléia Nacional: o Novo Partido Patriótico (NPP) e o Congresso Nacional Democrático (NDC).

O governista NPP, que tem Nana Akufo-Addo como seu candidato após dois mandatos do atual presidente John Kufuor, conta atualmente com a maioria no Parlamento, embora as enquetes indiquem que possivelmente o partido perderá algumas das 128 cadeiras que possui.

"Prometemos aos ganenses uma mudança positiva quando nos elegeram em 2000" e cumprimos essa promessa "com a conseguinte satisfação da maioria dos cidadãos", afirmou Akufo-Ado em seu discurso de encerramento da campanha.

No entanto, o partido opositor NDC, liderado por John Evans Atta Mills, afirma que o Governo não introduziu mudanças no emprego, na indústria nem na agricultura, e também não foi capaz de melhorar as condições de vida de seus cidadãos. EFE ma/ab/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG