Londres promete repetir sucesso da Paraolimpíada chinesa

O prefeito de Londres, Boris Johnson, prometeu que vai tentar repetir o sucesso da Paraolimpíada de Pequim 2008, que se encerrou esta semana. A capital britânica sediará os Jogos em 2012.

BBC Brasil |

Johnson participou da cerimônia de encerramento, na qual a bandeira paraolímpica foi entregue a ele pelo prefeito de Pequim, Guo Jinlong.

"Pequim nos dá um desafio soberbo e uma plataforma fantástica para irmos adiante. Nós vamos trabalhar para que Londres se tornem os Jogos mais acessíveis da história", disse o prefeito londrino.

O coordenador do Comitê Paraolímpico Internacional, Philip Craven, disse na cerimônia que Pequim foi "a melhor Paraolimpíada da história".

Ingressos baratos
A cerimônia aconteceu no Estádio Ninho de Pássaro, construído especialmente para a Olimpíada e Paraolimpíada de Pequim. A chama olímpica foi extinta na cerimônia.

No encerramento, o ônibus de dois andares que havia aparecido na cerimônia da Olimpíada também foi usado.

Na quarta-feira, dia da cerimônia, mais de 5 mil escolas da Grã-Bretanha também comemoraram o final da Paraolimpíada, com competições escolares especiais para portadores de deficiências.

Além de comemorar a chegada da bandeira olímpica à sua capital, a Grã-Bretanha celebra o resultado de seus atletas na competição. A Grã-Bretanha ficou em segundo lugar na Paraolimpíada de Pequim, com 42 medalhas de ouro, atrás apenas da China (89 ouros), e na frente dos Estados Unidos (36 ouros).

Segundo o correspondente da BBC Peter White, um dos destaques da Paraolimpíada de Pequim foram os estádios lotados.

Boa parte dos estádios e arenas esportivas estiveram lotados durante os Jogos, graças a preços de ingressos acessíveis. O Ninho de Pássaro, que abrigou os eventos de atletismo, esteve lotado quase todos os dias, com 91 mil pessoas.

Os atletas também elogiaram os acessos aos estádios e locais de competição.

Mais de 4,2 mil atletas de 148 países competiram na Paraolimpíada de Pequim, a 13ª edição dos Jogos, que foram realizados neste mês. Segundo a agência de notícias chinesa Xinhua, esta foi a Paraolimpíada com a maior quantidade de países participando.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG